Portugal vs Dinamarca

Quer queiramos ou não passamos a vida a fazer comparações e a medir os prós e os contras de tudo. Aqui vai o meu balanço entre as minhas duas casas: Portugal e Dinamarca ♡

1- Mobilidade

Ao contrário de Portugal, aqui é bastante plano, o que permite que praticamente toda a população consiga andar de bicicleta para todo o lado. Pelo o que dizem cada habitante tem mais de duas bicicletas, em média. Pessoalmente acho fantástico a sensação de liberdade que dá conseguires ir às compras, ir para o trabalho, ir para a escola ou até mesmo passear sem teres horas certas para apanhar um autocarro, sem teres o típico trânsito que tens com um carro. Por outro lado, existe também a vantagem de se fazer exercício (o que me ajudou bastante, nunca pensei conseguir fazer quilómetros – toma lá Fibromialgia!) e de não poluir o meio ambiente. Perfeito não é?

Como se vê pelas imagens aqui é tudo tão organizado e pacífico. Existem semáforos para os carros, para as pessoas e para as bicicletas. Nos cruzamentos, existem sítios de espera para quando estás a andar de bicicleta e queres ir para outro sentido. No início é um pouco assustador, admito (risos). Eu que nunca andei de bicicleta em estrada e, de repente, vejo-me no “meio” do trânsito. Mas em pouco tempo tudo flui e é tudo tão fácil.

P.S. Ainda não vi nenhum sinal de STOP, só semáforos!

2- Lixo

Embora Copenhaga seja uma cidade bastante movimentada, especialmente em zonas turísticas, como Nyhavn, as ruas encontram-se limpas. Claro que já vi pessoas, dentro dos seus carros, a deitarem o cigarro para o chão, mas em comparação com Portugal, aqui há muito mais respeito pelo meio ambiente 

Nyhavn, Copenhaga

3- Língua

A língua nem sei por onde começar (risos). Tem semelhanças com alemão e inglês e ao mesmo tempo não tem semelhanças com nada! É uma língua bem difícil de falar, os próprios habitantes dizem que, mesmo com o curso, só vivendo alguns anos aqui é que te consegues aproximar (minimamente) a um correto e bem falado dinamarquês. Comparando com Portugal, sem dúvida que a língua portuguesa é mais fácil, mais aberta e bem pronunciada. Mas também é sabido que os portugueses são ótimos a aprender línguas, não é verdade? Por isso, ainda não perdi a esperança de, um dia, conseguir falar (como deve ser) dinamarquês 

4- Dia-a-dia (pessoas e roupa)

Esta foi das primeiras coisas que reparei e que mais gosto. Sempre fui uma pessoa simples a nível de roupa. Gosto do confortável e básico, não deixando de ser bonito. Aqui é exatamente assim. Os dinamarqueses vestem-se de uma maneira confortável, simples, sem se importarem com o que os outros possam pensar. Como já devem ter ouvido falar, aqui pratica-se o Hygge, ou seja, criar uma atmosfera quente e aconchegante e saber aproveitar as pequenas coisas da vida com quem mais gostamos. E os dinamarqueses são mesmo assim. Como já tinha mencionado anteriormente aqui, as pessoas ajudam-se umas às outras e são extremamente simpáticas. Basta sairmos à rua para ver pessoas com um sorriso na cara, um gorro, umas luvas e camadas de roupa, a andar na sua bicicleta, a explorar e a aproveitar street food em Copenhaga. Existe algo mais hyggelig

5- Alimentos biológicos vs plástico

Ao contrário de Portugal, aqui há em qualquer lado produtos biológicos e bastante acessíveis. Existem sempre descontos em alguns produtos e a diferença de preços entre um produto “normal” e um produto biológico não é muito grande. Nota-se bem que eles aqui esforçam-se por respeitar o ambiente, evitando a poluição, consumindo produtos biológicos e vendendo produtos locais. Mas há uma coisa que eles pecam, o plástico. Todos os produtos biológicos estão forrados em plástico para que não ocorram contaminações… No entanto, para combater esse uso “em demasia” eles empenham-se na reciclagem – têm mais contentores que nós: produtos orgânicos, papel, metal, plástico, plástico rígido, pilhas, vidro e indeferenciado. 

6- Pensar nos outros (supermercado)

Este foi um aspeto que demorei a interiorizar e que levou a que me dessem muitos olhares de desagrado (risos). Pelos vistos, quando acabarmos de colocar os produtos no tapete do supermercado devemos colocar a divisória para o cliente seguinte. Demorei várias idas às compras para perceber que este pequeno gesto é como se fosse uma regra!

Espero que tenham gostado! Até ao próximo post 

 

27 Replies to “Portugal vs Dinamarca”

  1. Adorei! Quase me deste vontade pra me mudar também! ❤️

    1. Eheh eu ficaria muito feliz! ❤️

  2. Fico tão feliz em saber que estás feliz e realizada nesta tua nova aventura. Adoro vir aqui ao teu blog e ter um post para ler 🙂 Um beijinho

    1. Ohh obrigada ❤️❤️ um grande beijinho!

  3. Agora fiquei com vontade de lá ir 😊

    1. Bora? 😀

      1. Vou anotar para a próxima viagem 😊 beijinhos

  4. Que bom que a fase de adaptação está a correr bem! E que já estás a assimilar tudo o que de bom que estas mudanças nas nossas vidas nos trazem! Gostei muito de ler o post e fiquei com vontade de saber mais do dia-a-dia na Dinamarca :).
    Beijinhos,
    Adriana

    1. Acredito que irão sair mais posts interessantes da Dinamarca eheh. Um beijinho e obrigada :*

  5. Que fotos giras!
    Sigo, beijinhos.
    https://the-choice-26.blogspot.com/

    1. Obrigada! Um beijinho*

  6. Espero ter a oportunidade de um dia vir a conhecer esse lugar.
    https://sobomeuolhar7.blogspot.com/?m=1

    1. Vais adorar! 🙂

  7. Os países escandinavos têm uma magia especial. Sonho, um dia, visitar ou até morar num país onde as pessoas se respeitem e se foquem, diariamente, em ser felizes e fazer os outros felizes. Adorei este resumo sobre a Dinamarca!

    Muitos beijinhos,
    BLOG Há mar e Mara & Instagram

    1. Tão bom! Muito obrigada, um beijinho*

  8. Ainda bem que estás a gostar e estás a ser bem recebida. Assim dá-me mais vontade de apender a língua e de involveres mais na cultura. Acho que PT podia aprender com alguma coisa dos países nordicos.
    Desde das bicicletas até a forma de vestir, traz recordações quando eu vivia na Holanda.. É tudo tão semelhante.
    Um beijinho grande.

    1. Verdade… Holanda deve ser fantástico também ❤️ um beijinho!

  9. Tornaste a Dinamarca ainda mais cativante 😀 Os dinamarqueses de facto não ligam nada a aparências e isso é tão bom ❤ Tive um professor que disse que os portugueses podiam aprender um bocadinho com os dinamarqueses nesse aspecto, porque os primeiros têm grandes carros quando não têm dinheiro e os segundos têm dinheiro e andam com carros velhos – e quando visitam Portugal ficam surpreendidos com tanto carro de luxo xD
    Só uma pergunta: quem quiser trabalhar na Dinamarca sem saber dinamarquês (mas dominando inglês) é aceite?

    Beijinho*

    1. Sim é aceite, mas convém ter experiência. Ainda estou a procura de trabalho precisamente por ainda não ter experiência em nada que eles queiram 🙄 Obrigada pelo comentário! Um beijinho 😘

  10. Gostei muito! Não conheço o norte da Europa, provavelmente irei fazer um roteiro por alguns países, é difícil escolher. Espero que a experiência continue a ser positiva! Beijinhos

    1. Boa! Fazes bem 😊 um beijinho 😘

  11. Adorei o post! Já tive a sorte de conhecer uma grande amiga dinamarquesa e realmente quando falava com ela, pude reparar nas diferenças da organização entre os países. Gostava de visitar, achas que vale mais a pena no verão ou inverno? Beijinho :*

    1. Depende do que queiras ver! No verão vês pessoas na rua, a passear, anda tudo super movimentado. No outono (porque ainda nao passei pelo inverno daqui), tens as melhores paisagens e sítios, cheios de folhas, bebidas quentes e roupas quentinhas, super hyggelig!

      Pessoalmente prefiro o outono 🙂

      Um beijinho*

  12. Acredito que a língua seja realmente a maior dificuldade! Era bom que Portugal chegasse ao nível da Dinamarca, especialmente no que toca ao meio ambiente. E quero muito ir aí! .
    Beijinhos

    1. Verdade! Um grande beijinho*

  13. Depois de ler o teu post, acho que já sei qual é o país indicado para mim!
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos

    1. Ehehe um grande beijinho querida!

O que achaste? Conta-me tudo!