O que é? // What is it?

A fibromialgia é uma doença crónica invisível caracterizada por dor músculo-esquelética generalizada, difusa, muitas vezes migratória e por um aumento da sensibilidade a uma variedade de estímulos que podem causar dor e desconforto, como o esforço, stress ou os ruídos. Afeta cerca de 2-4% dos adultos, sendo mais frequente em mulheres

Fibromyalgia is an invisible chronic disease characterized by generalized, diffuse, often migratory musculoskeletal pain and by an increased sensitivity to a variety of stimuli that can cause pain and discomfort such as stress, stress or noise. It affects about 2-4% of adults, being more frequent in women.

fibromialgia-artigo-e1487848345440
Image from: http://neuroimprove.pt/13-dicas-para-lidar-com-a-fibromialgia/

Sintomas

Os sintomas e a intensidade destes variam de pessoa para pessoa, podendo observar-se, para além da dor:

  • Fadiga e cansaço matinal;
  • Perturbações do sono (insónia inicial, despertares noturnos e sono não reparador);
  • Distúrbios emocionais;
  • Perturbações gastrointestinais;
  • Espasmos musculares; 
  • Problemas de memória e concentração (chamado nevoeiro cerebral ou brain fog);
  • Formigueiro;
  • Tremor;
  • Rigidez articular e muscular;
  • Falta de força;
  • Dores de cabeça;
  • Sensibilidade na pele;
  • etc. 

Symptoms

The symptoms and the intensity of these vary from person to person, being able to be observed, besides the pain:

  • Morning fatigue and tiredness;
  • Sleep disturbances (initial insomnia, nocturnal awakenings and non-restorative sleep);
  • Emotional disturbances;
  • Gastrointestinal disorders;
  • Muscle spasms;
  • Problems of memory and concentration (called brain fog);
  • Tingling;
  • Tremor;
  • Joint and muscular rigidity;
  • Lack of strength;
  • Headaches;
  • Skin sensitivity;
  • etc. 
Resultado de imagem para fibromyalgia symptoms
Image from: http://www.medicalnewstoday.com/articles/147083.php

Em certas ocasiões, a dor começa de forma generalizada, e noutras numa área como o pescoço, ombros, região lombar, etc. Assemelha-se a um ardor intenso, sendo muitas vezes debilitante. 

Com frequência, os sintomas variam em relação à hora e ao dia , podendo ter maior incidência matinal, agravando-se com a actividade física, com as mudanças climáticas, com a falta de sono e o stress, etc.

At times, the pain begins generalized, and in others in an area such as the neck, shoulders, lower back, etc. It resembles an intense burning, often debilitating.

Symptoms often vary with time and day, and may have a higher morning incidence, worsening with physical activity, climate change, lack of sleep and stress, etc.

Causa?

Pensa-se que existe um aumento da sensibilidade à dor, devido a alterações dos neurotransmissores e do processamento da dor, tanto a nível do sistema nervoso periférico como do sistema nervoso central, que conduz a situações de hipersensibilidade a estímulos externos. 

A dor agrava com o frio, com alterações do sono, e em períodos de maior stress, preocupações ou angústia.

Cause?

It is thought there is an increased sensitivity to pain due to changes in neurotransmitters and pain processing, both in the peripheral nervous system and in the central nervous system, leading to hypersensitivity to external stimuli. 

The pain worsens with the cold, with changes in sleep, and in periods of increased stress, worry or distress.

Como controlar os sintomas?

Não vou falar de medicamentos químicos porque não concordo com eles. Como devem imaginar o corpo já está mal o suficiente para andarmos cheios de medicamentos que tratam um lado e estragam o outro.

Coisas que se podem fazer para melhorar:

  • Manter o corpo quente;
  • Fazer exercício físico: como caminhar devagar, hidroginástica numa piscina aquecida, yoga;
  • Mudar a alimentação: existem alimentos que promovem a inflamação do nosso corpo como o açúcar, o álcool, as carnes, os produtos lácteos e o trigo. 
  • Manter o pensamento positivo: este pode ser o passo mais difícil, mas o mais essencial. Não nos podemos deixar ficar num canto, a lamentar as nossas dores. Há que manter o movimento, por mais lento que seja. Faça atividades que promovam o bem-estar, esteja perto de pessoas que o apoiem e que ajudem, se necessário. 
  • Não pensar nas dores: sim, elas existem, mas vão continuar a existir. O cérebro tem de ser enganado e para isso, tem de pensar noutras coisas. Agarre-se a um projeto, a algo que queira fazer, planeie uma viagem, um encontro, mantenha o cérebro ocupado. 
  • Relaxe. Quando se está a ter uma crise de dor, dificilmente o corpo mantém-se relaxado. No entanto, quanto mais relaxado estiver, menos dor, fraqueza ou tremores terá. Tome um banho quente, oiça música calma ou medite. 

How to control the symptoms?

I will not talk about chemical medications because I do not agree with them. As you might imagine, the body is bad enough to walk full of drugs that treat one side and spoil the other.

Things that can be done to improve:

  • Keep the body warm;
  • Doing physical exercise: such as walking slowly, water aerobics in a heated pool, yoga;
  • Change your diet: there are foods that promote the inflammation of our body like sugar, alcohol, meat, dairy products and wheat.
  • Keep positive thinking: this may be the most difficult but the most essential step. We can not be left in a corner to mourn our pains. You have to keep moving, no matter how slow. Do activities that promote well-being, be close to supportive people that will help if necessary.
  • Do not think about the pains: yes, they exist, but they will continue to exist. The brain has to be deceived and for that, you have to think about other things. Hold onto a project, something you want to do, plan a trip, a date, keep your brain busy.
  • Relax. When you are having a painful crisis, your body will hardly stay relaxed. However, the more relaxed you are, the less pain, weakness or tremors you will have. Take a hot bath, listen to calm music or meditate.

***

Não esquecer que suplementos como o ómega-3 e o magnésio são essenciais para manter os nossos músculos minimamente funcionais! Estes suplementos ajudam na mobilidade e na diminuição de dor e de tremores. Consulte um naturopata. 

Do not forget that supplements like omega-3 and magnesium are essential to keep our muscles minimally functional! These supplements help in mobility and decrease in pain and tremors. Consult a naturopath.

***

Espero que tenham gostado e que tenha mostrado o que afinal é a Fibromialgia. Qualquer dúvida ou comentário, esteja à vontade para me perguntar ou para comentar aqui no blog. Um grande beijinho *

I hope you have enjoyed it and that I have shown what Fibromyalgia is after all. Any questions or comments, feel free to ask me or to comment here on the blog. A big kiss *

Resultado de imagem para fibromyalgia awareness

8 Replies to “O que é? // What is it?”

  1. Carolina Franco says: Responder

    É sempre importante andarmos informados de todas as causas e sintomas de variadas doenças. Há um mês atrás andava com uma constante dor na coluna, felizmente passou, mas já estava a ficar preocupada visto que a mesma agravou-se quando fiquei com um torcicolo no pescoço e muitas vezes fiquei sem poder respirar devido à dor forte. Ainda assim fico sempre alerta. Adorei o post! Super informativo! Beijinhos <3

    http://www.carolinafranco.pt

    1. Ainda bem que gostaste! Espero que não voltes a ter essa dor :/ um grande beijinho

  2. Que post incrível, gostei imenso de conhecer o contexto das causas, sintomas e controlo. Deve ser realmente sufocante enfrentar essas dores e fiquei contente por ver que é possível relaxar a intensidade com algumas dicas, como controlar a alimentação! Muito bom, mesmo, explicaste mesmo bem e com informação muito útil! =)

    1. Fico muito feliz que tenhas gostado e que tenha sido útil! 💖 um beijinho!

  3. Confesso que gostei imenso do post, e penso que já tenhas escrito um parecido noutro lugar. A verdade é que é bom que existam posts deste género para informar e a parte onde abordaste como controlar foi excelente 😀

    Beijinhos <3

    1. Obrigada! Já tinha escrito sim, apenas organizei estes posts de maneira diferente. Muito atenta 💖 um beijinho

  4. […] Para quem não sabe o que é a Fibromialgia, sintomas e como controlar esta doença crónica e auto-imune, aconselho que leiam primeiro este artigo. […]

  5. […] adicionados e sem glúten muita coisa muda. Muito mesmo. Devido à minha amiga de vida, a Fibromialgia, mudei completamente a minha alimentação. Para quem não sabe, a minha doença e sintomas estão […]

O que achaste? Conta-me tudo!