Mini-férias: comida e dificuldades

Há pouco tempo passei um fim-de-semana fora e claro que o maior problema foi sempre a comida. Perguntei no Instagram se tinham interesse num post a dizer como me safei e vocês disseram que sim! 

A ida

Para nos contextualizarmos, fui para a zona de Marvão. É lindo e embora eu já tenha lá estado, nunca é demais visitar esta zona. Saímos de casa a uma sexta de manhã para aproveitar bem o dia. Então e onde almoçaste Sara? – perguntam vocês. Fácil! No melhor restaurante que Portugal tem: a Natureza 

Fizemos no dia anterior, uma quiche vegan e sem glúten para levar e fazer um piquenique. Claro que levámos mais coisas como fruta e salada. Assim não há dramas quanto à comida, sítio para sentar e barulho (risos). 

093529a7-87ef-4e23-894c-e1780fe15780

É ou não é melhor que restaurante? ♡ Para a viagem tínhamos uma mala cheia de snacks como aquelas tortilhas de arroz, fruta desidratada, as nossas barras de cereais, etc. 

Refeições em casa

Não há solução melhor que alugar uma casa! Assim estamos à vontade com os horários e com a alimentação. Assim que chegámos à nossa casa alugada começámos a descarregar toda a comida que trouxemos connosco (para evitar ir logo a correr às compras) e a preparar um lanchinho: manteiga vegan, doces sem açúcar, chá, café e o famoso pão sem glúten

7ff758ed-6a30-430c-9707-963cbff3c20f

Para além da comida que trouxemos, também nos lembrámos de fazer sopa e congelá-la (no dia anterior) para ir descongelando pelo caminho. Sabe tão bem ter sopa feita à noite ♡ Para o jantar decidimos fazer massa de milho com polpa de tomate, natas de arroz, cogumelos e ervas aromáticas. Estava tão bom e é algo tão fácil de fazer. 

c5394a4f-92be-4d4f-b86a-a604b8962e79

b98b6abc-2f96-4906-9858-f4aa90f69b2e

No dia a seguir, bem que pesquisámos e perguntei por restaurantes com opções vegan e sem glúten. Não é fácil. Às vezes ainda se arranjava uma pizza, mas o problema do glúten ainda se mantinha. Decidimos vir para casa e fazer almoço.

E o menu foi: batatas fritas no forno, maionese vegan e legumes salteados (espinafres, feijão encarnado, alho, cebola, curgete e alho-francês). 

39ae980b-a0f0-44b9-a713-c8387ca1fe48

Depois de muito passear e explorar e por não querermos levar sobras para o regresso a casa, o jantar acabou por ser o mesmo que o almoço, com a sopa, claro 

O regresso

O problema maior vem agora. Nós já tínhamos saudades de ir comer fora e arriscámos. Liguei para um sítio, perguntei se faziam legumes salteados e batata frita e eles garantiram-me que sim. Senti esperança! Chegámos ao restaurante e pedi os tais legumes salteados. Assim que recebi a travessa senti o maior arrependimento de ter tentado comer fora no Alentejo. 

Realmente os legumes foram salteados (em demasiado azeite) e não foram sequer descongelados. Basicamente eles pegaram num pacote de legumes congelados e puseram numa frigideira. Resultado legumes sem sabor e a nadar em gordura. Saí de lá indisposta e arrependida por ter convencido os meus pais a tentar comer fora.

IMG_20180408_133656_HHT

E assim foi o nosso fim-de-semana! Espero que tenham gostado, obviamente que não íamos fazer nenhum menu gourmet, mas sempre pode ajudar a dar ideias! 

Um beijinho 

14 Replies to “Mini-férias: comida e dificuldades”

  1. Ana Beatriz Pereira Martins says: Responder

    Comidas com ótimo aspeto!!

    FAZ AS TUAS PERGUNTAS: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2018/04/q-5-facam-as-vossas-perguntas.html

    Beijinhos ♥

    1. Obrigada ❤️ um beijinho!

  2. Miss DeBlogger says: Responder

    Devias pensar em fazer uma série dedicada à facilidade/dificuldade em encontrar opções vegan nos sítios que vais visitando. Não sei se já existe lugar para uma série assim no teu blog, mas gostei bastante deste tipo de post. Mas eu tbm adoro qualquer coisa que venha daqui ^^ beijinho, querida!

    1. Eu tenho um separador para restaurantes e lojas, mas na realidade não tenho tido tempo para ir explorar restaurantes! Mas estou a perceber a tua ideia e agradeço a opinião 😀 Vou fazendo assim que for visitando sítios com certeza! Fiz quando fui de férias ao Algarve, agora tenho este no Alentejo, vamos ver o que vem a seguir!

      Obrigada e um beijinho**

  3. Sem dúvida que levar de casa é ÓTIMA opção! 🙂

    1. É mesmo e temos o melhor restaurante de sempre 😀 Um beijinho*

  4. Se às vezes já acho difícil para mim comer fora nem quero imaginar para ti. Mas fazes uma coisa que gosto tanta, comer na natureza! Dá cá uma alegria ahaha

    Beijinhos <3

    1. Ehehe verdade! Foi tão bom estar ali à vontade 🙂

      Beijinho**

  5. Ninguém espera por esse resultado num restaurante mas de vez em quando é bom variar ao invés de comer em casa mas sim concordo que fazer a nossa comida é bem melhor!
    Beijinho

    1. É mesmo! Obrigada pelo teu comentário ❤️

  6. mesmo ehehe 🙂

    a quiche tem um aspeto delicioso!

    NEW DECOR POST | HOW TO GET: THE MOST AMAZING PINTEREST LIVING ROOMS.
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

  7. A restauração ainda não consegue adaptar-se muito bem às pessoas que se alimentam de forma diferente 🙁

    Beijinhos!

  8. De facto tu não podes arriscar muito e deves andar sempre munida com as tuas delicias! Mas espero que tenhas reclamado no restaurante, o que vos fizeram foi muito rude e nada profissional :/ Sei que no Porto (e em Lisboa) agora há imensos sítios vegans e certamente com opções sem glúten. Tenho pena que ainda não tenha chegado ao país todo… Mas vamos ter fé que para la caminhamos 😊

    1. Sim por enquanto só há nas grandes cidades, enfim, devagar chega-se lá (pelo menos eu espero que sim!).

O que achaste? Conta-me tudo!