Copenhaga: primeiras impressões

Como já devem ter visto pelo Instagram estou a adorar Copenhaga! Neste post mostro-vos o que mais gostei e as experiências que já tive.

O primeiro dia foi cheio de emoções e seria impossível descrevê-lo ao pormenor. Acordámos as 2:45 horas para estar às 4 da manhã no aeroporto. Dormi apenas uma hora nessa noite… A despedida foi bem dolorosa. Não por ter medo para onde ia, mas pelo o que ia deixar. Dói tanto. Ao mesmo tempo havia aquela ansiedade de ver tudo e mais alguma coisa. Felizmente tinha o C ao pé de mim, ajudou bastante 

Doeu tanto a despedida

Tivemos de apanhar dois aviões, com escala em Paris. Nunca pensei que isso desgastasse tanto uma pessoa. Finalmente às 14 horas chegámos à nossa futura casa: Copenhaga. Não vos sei dizer o quão entusiasmada estava!

Primeiro impacto no aeroporto: tudo super bem organizado e as pessoas o mais simpáticas e prestáveis possível! Todos sabem falar inglês, o que é uma grande ajuda. Finalmente chegámos à nossa nova casa 

Chegámos à nossa nova casa ♡

Houve um pequeno choque inicial, confesso. A cultura deles é diferente da nossa e tomar banho encostada à sanita e em pleno chão de casa-de-banho foi o que me custou mais a mentalizar. De resto, a casa é pequenina mas acolhedora (estamos apaixonados por ela). Estamos perto de tudo e mais alguma coisa e tal como todos os outros habitantes de Copenhaga, tivemos de comprar as nossas bicicletas. Porquê? (perguntam vocês). Ao contrário da maior parte de Portugal, Copenhaga é extremamente plana e tem tudo “à mão”. Com apenas 10 minutos de viagem de bicicleta encontram mil restaurantes, supermercados, farmácias e lojinhas. É tão prático e acolhedor!

Copenhaga é prática e acolhedora 

Uma das coisas que mais valorizo aqui é o facto de conseguir ir a qualquer lado e conseguir falar com toda a gente. Nestes 3/4 dias ainda não encontrei ninguém que me recebesse mal por não saber falar a língua deles, pelo contrário! 

Quanto à comida, no início assustei-me pois não encontrei as opções sem glúten e vegan a que estava habituada, teria que me adaptar, claro. No entanto, ontem descobri que num supermercado mesmo ao pé onde moro está literalmente tudo o que preciso! Fiz uma festa mentalmente (risos).

Por enquanto tem sido bastante cansativo, pois tivemos que comprar comida, coisas para a casa que faltavam, começar a tratar da papelada e não estou de todo habituada a andar de bicicleta, mas sinto-me tão bem aqui. É tudo tão bonito, simples e acolhedor. Já percebi porque as pessoas dinamarquesas são tão felizes!

As pessoas dinamarquesas são mais felizes

O C vai começar a trabalhar entretanto e eu tenciono começar a aprender a língua e arranjar um part-time para ganhar algum dinheiro. Por enquanto são estas as novidades! Sigam-me pelo Instagram que eu vou mostrando um pouco do meu dia-a-dia e como Copenhaga é linda

Nørrebro – Vista da minha casa

P.S. Estou muito feliz e não me arrependo nem um bocadinho! 

 

21 Replies to “Copenhaga: primeiras impressões”

  1. Já ai estás que foi o mais difícil!

    Agora é continuar entusiasmada e atingir os teus objetivos!

    Dinamarca é muito bom para viver, aproveita tudo o que esse pais para tem para oferecer!

    Boa sorte mais uma vez, sabe que todos nós estamos cá para te apoiar.

    Cheers , My Gentleman Side

    1. Obrigada! O vosso apoio é imenso ♡

  2. Vi muito pouco de Copenhaga quando lá fui mas adorei o que vi. A vibe dos locais, a organização e até o facto de ser uma cidade consideravelmente pequena! Espero que se adaptem muito bem e aproveitem tudo o que a experiência tem para vos oferecer!

    1. É isso mesmo! Muito obrigada ♡

  3. Estava bem tramada aí… Não sei andar de bicicleta 🙈

    1. Ehehe aprendes ❤️

  4. nafiseseyedbagher says: Responder

    so great and useful.. share more and we use your great articles more

    1. Thanks 😊😊

  5. Boa boa boa finalmente pude ler mais um bocadinho da mudança. Vou sempre acompanhar tudo no instagram com muito gosto!!
    Boa sorte e um beijinho grande :*

    1. Obrigada querida! Um grande beijinho também para ti ❤️

  6. Já estou como a Uma no Cravo, também não sei andar de bicicleta xD Ainda bem que estás a gostar da Dinamarca. Como estamos a pensar em emigrar, vou acompanhar a tua jornada para ter umas ideias de como é este tipo de experiência.

    Beijinho*

    1. Ahaha. Sempre que quiseres falar comigo estás à vontade ❤️ um beijinho 😘

  7. Que bom Sarinha!! quero imenso seguir-te nesta aventura! Jeg elsker dig DK <3

    1. Ohh e eu a ti! ❤

  8. Sara, nós somos apaixonados pelos países nórdicos. À capital da Dinamarca só fomos uma vez, e acredito que estejas apaixonada. Ficámos desiludidos com a estátua da Sereia. Já lá foste?

    1. Ainda não! Mas hei-de ir entretanto 😀 Sei que é pequenina. Um beijinho*

  9. Ainda bem que está tudo a correr bem 🙂 ahhh andar de bicicleta na cidade, tenho saudades disso (quando estive na Holanda fartei-me de andar, e não queria outra coisa). Ainda bem que o pais te acolheu de braços abertos 🙂
    Um beijinho grande

    1. É tão bom não é? Um grande beijinho! :*

  10. O mais dificil já está: já aí estás!
    Acredito que o que me iria custar mais era as despedidas, mas espero que te corra tudo pelo melhor e que sejas muito mais feliz do que aquilo que estás à espera!
    Quem sabe um dia não passe por Copenhaga 🙂

    Um beijinho grande,
    piquimads

    piquimads.blogspot.pt

    1. Oh és tão querida, muito obrigada ! Se passares temos de nos conhecer 😀

      Um beijinho*

  11. […] quem mais gostamos. E os dinamarqueses são mesmo assim. Como já tinha mencionado anteriormente aqui, as pessoas ajudam-se umas às outras e são extremamente simpáticas. Basta sairmos à rua para […]

O que achaste? Conta-me tudo!